13 outubro 2015

Vivendo na balança

Ouvi boatos que a felicidade mora longe, porém quando é chamada não foge da luta.

Ouvi boatos que a tristeza mora perto, porém invade sua casa sem pedir licença quando não é chamada.

Ouvi boatos que é preciso equilíbrio entre a felicidade e a tristeza na nossa vida. 

Para que quando um entre sem ser chamado e nos faça pensar no quanto nosso propósito de viver é minimamente insignificante o outro nos mostre que vale apenas  sorrir, aprender e continuar.

-Pietra Souza




Nenhum comentário

Postar um comentário