23 setembro 2016

Saga ruiva: Cagada número 183929 - O que não fazer se você é ruiva (Testando a Yamá 7.4)

Olaassssssssssss!!!!!!!
Adivinha quem conseguiu cagar o cabelo de novo? 
Vo nem responder essa que ta mega óbvio. 
Infelizmente eu de novo, Rainha das cagadas capilares que as vezes da certo.
 
Vamos lá pra o conto do dia: 

Com 2 meses sem pintar o cabelo, resolvi pinta-lo e tudo começa com o desaparecimento da tinta profissional da Yamá de todas as lojas que eu procurei no shopping e na lapa. Mas como meu tio veio de Vitória da Conquista pra cá, ele comprou pra mim e a escolhida foi a  7.4 dessa vez, meu desejo era escurecer mais um pouco os fios sem sair do ruivinho. 


Usei a ox de 30, mesmo que na outra coloração depois de todo processo Dekapcolor e tal, usei a 8.4 + ox30, minha raiz ficou mais clara e a moça que cortou meu cabelo até  comentou que eu poderia usar a mesma tinta  só que inverter a aplicação que no caso deveria vim do cumprimento para raiz. (Não fiz)

Meu raciocínio foi o seguinte:

Minha base estava clara e desbotada, minha raiz natural sempre abriu com 30 de boa e na maioria das vezes até demais como no caso anterior. Fiz o teste de mecha e muito pelo contrário do resultado final depois de aplicar no cabelo todo, no teste minha raiz ficou muito igualadinha. Então segui em diante e usei a 7.4+ox30 e observe a cagada capilar abaixo:



Luz branca a noite:



Luz do dia:


A tinta simplesmente não o abriu direito,não  deixou meu cabelo uniforme. Nem a minha mecha loira pigmentou direito sem contar que quando eu amarrava ele para traz, os fios estavam quebrados e na frente,   muuuuuito Laranja. 
Passei o dia me sentindo o Visconde de Sabugosa, fui pro curso me sentindo lindíssima (sqn) triste pelo resultado. Gastei dinheiro, água, tempo e danifiquei meu cabelo pra ele ficar daquele jeito? Poroso, seco, quebradiço e até com queda? E mesmo depois de ser aconselhada por algumas meninas no grupo - Amor Acobreado- Tomei a decisão de pintar tudo de "preto"...
Assunto para o próximo post ... Não percamm;
Um beijo, Pih.

Nenhum comentário

Postar um comentário